• X CONGRESSO DA REDE BRASILEIRA DE COOPERAÇÃO EM EMERGÊNCIAS – RBCE


    27 a 29 de março de 2017
    Centro Universitário São Camilo,  Avenida   Nazaré,  1501,  Bairro Ipiranga
    São Paulo – SP

  • Tempos de Dignidade


    O respeito aos tempos de espera e permanência como garantia dos direitos humanos e sociais na atenção às urgências


    Comemoração dos 21 anos da RBCE
    Recuperação do Comitê Gestor Nacional das Urgências
    Revisão e Revitalização da Portaria 2048 de 2002


Tempos de Dignidade
O respeito aos Tempos Assistenciais como garantia aos Direitos Humanos e Sociais na atenção às urgências

Sejam Bem Vindos!
A RBCE convida a todo(a)s aquele(a)s comprometido(a)s com o direito universal à saúde e com a construção de um outro padrão ético e de suficiência assistencial nos serviços e nas redes de atenção á saúde para nos encontrarmos em São Paulo nos dias 27, 28 e 29 de março de 2017



A questão da urgências não e apenas de se apropriar de conhecimento e técnicas de diagnostico e tratamento, mas é construir um padrão ético sobre esse desempenho da urgência como um fator fundamental dentro da organização de um sistema único universal de saúde
Leia mais...

Programa

Segunda Feira

Recepção aos Participantes

Abertura do evento

Eixo 1 - Superlotação e congestão dos serviços e da rede de urgências

A reorganização dos serviços hospitalares e extra hospitalares, para a garantia de tempos de espera e permanência adequados para o melhor resultado prognóstico em respeito aos direitos humanos e sociais.

Eixo 2 - Regionalização da saúde e a organização de redes efetivas de atenção às urgências

O desafio de sistema complexos com resultados assistenciais adequados, os tempos de espera e permanência em contexto de redes e a função da regulação da atenção. Integralidade e continuidade do Cuidado em Rede e a avaliação dos resultados assistenciais.

Eixo 3 - As dinâmicas e organização da força de trabalho nas e das urgências

O trabalho em equipe no contexto da profissionalização da atuação em urgências e das métricas de satisfação das necessidades sociais. A educação permanente em redes regionais e no cotidiano do trabalho. Certificação de habilitações e a instalação dos NEUs.

Eixo 4 - Gestão clínica, qualidade e segurança na atenção as urgências

A cardinalidade dos resultados assistenciais para a reorganização de processos e fluxos oportunos e dimensionamento das estruturas.

Terça Feira

Oficina Eixo 1

Superlotação e congestão dos serviços e da rede de urgências para a garantia de tempos de espera e permanência adequados para o melhor resultado prognóstico em respeito aos direitos humanos e sociais.

Oficina Eixo 2

Regionalização da saúde e a organização de redes efetivas de atenção às urgências – o desafio de sistema complexos com resultados assistenciais adequados, os tempos de espera e permanência em contexto de redes e a função da regulação da atenção. Integralidade e continuidade do Cuidado em Rede e a avaliação dos resultados assistenciais.

Oficina Eixo 3

As dinâmicas e organização da força de trabalho nas e das urgências – o trabalho em equipe no contexto da profissionalização da atuação em urgências e das métricas de satisfação das necessidades sociais. A educação permanente em redes regionais e no cotidiano do trabalho. Certificação de habilitações e a instalação dos NEUs. A especialidade médicas das emergências, residências multiprofissionais e as equipes de Urgências. O desafio dos COAPES.

Oficina Eixo 4

Gestão clínica, qualidade e segurança na atenção as urgências – a cardinalidade dos resultados assistenciais para a reorganização de processos e fluxos oportunos e dimensionamento das estruturas.

Oficina Eixo 5

Proteção civil e as urgências – protagonismo dos serviços e da regulação nas respostas coordenadas e concêntricas às determinações sociais, às desigualdades e aos eventos massivos que estressam o sistema de saúde e de proteções sociais. Conceito e operação dos serviços e comunidades protetoras da vida.

Oficina Eixo 6

A pesquisa na gestão e atenção às urgências – balanço da produção nacional e construção de rede de conhecimentos nacional e internacional, comunidades de práticas e a pesquisa em serviços e no trabalho. Apostas de difusão e construção editorial.

Assembleia Geral da RBCE

Informe de Gestão, apresentação e debate do Plano 2016-2018 e eleição da nova coordenação.

Quarta Feira

Apresentação de conteúdos e conclusões dos Eixos 5 e 6

Eixo 5 - Proteção civil e as urgências – protagonismo dos serviços e da regulação nas respostas coordenadas e concêntricas às determinações sociais, às desigualdades e aos eventos massivos que estressam o sistema de saúde e de proteções sociais. Conceito e operação dos serviços e comunidades protetoras da vida.

Eixo 6 - A pesquisa na gestão e atenção às urgências – balanço da produção nacional e construção de rede de conhecimentos nacional e internacional, comunidades de práticas e a pesquisa em serviços e no trabalho. Apostas de difusão e construção editorial.

Plenária de síntese final com debate e adoção de resoluções do Congresso e seus encaminhamentos.

Sessão formal de encerramento com autoridades, apresentando as conclusões e propostas do Congresso. Conferência com os meios de comunicação.

Inscrição


Depósito Bancário

Banco do Brasil | Ag: 0661-0 | Cc: 83.805-5
CNPJ: 04338450/001-40
Recibos entregues na entrada do Congresso

Contato

Mande uma mensagem para mais informações.

Nossa página no Facebook

Nosso email

Fazer Inscrição